Carregando...
CARREGANDO...
Home  »  Aumente as VendasMarketing DigitalTráfego Pago   »   COMO GERAR TRÁFEGO CERTO EM CAMPANHAS DE ANÚNCIOS

Aprenda a gerar tráfego certo em campanhas e comece a escolher os clientes que vão comprar de você.

Com o tráfego pago você pode escolher para quem, quando e onde você quer mostrar seu conteúdo publicado.

Tráfego é como escolher o ponto (local) de um negócio físico. Se você abrir uma loja em um lugar deserto, suas chances de dar errado são muito maiores do que abrir um negócio em uma rua com bastante circulação de pessoas com perfil potencial de compra.

Por que sem tráfego você está invisível na internet?

Sem tráfego, seu público não sabe que você existe. Suas redes sociais não recebem visitas, seus posts não são vistos e seu site não é acessado por ninguém (nem hackers perdem tempo em sites que não têm tráfego).

E não importa se seu produto ou serviço é o melhor do mundo. O que não é visto, não é lembrado, nem consumido!

Se você quer continuar com sua empresa ativa nos próximos anos, é melhor começar a investir seus esforços nisso, ou você simplesmente não existirá em menos de 8 meses.

Você precisa fazer com que seu público chegue até os seus conteúdos publicados, seja uma landing page (página de captura e/ou conversão), redes sociais ou site. 

Não importa onde você publica seus conteúdos, você precisa ter audiência e ser visto.

E não adianta ter milhares de seguidores nas redes sociais. Sem tráfego pago o seu conteúdo não será mostrado nem para 2% dos seus seguidores. 

Está convencido de que precisa aparecer para sobreviver? Então no texto abaixo eu vou apresentar todas as ferramentas que você já tem nas mãos (e não usa) para aumentar suas taxas de conversão de clientes e se tornar referência no mercado.

Comece agora mesmo e colha os frutos de ter conteúdos com muitos visitantes.

O que é Tráfego?

Imagine que você tem uma loja linda, cheia de coisas legais na vitrine, com uma fachada iluminada, cores vibrantes nas paredes e um letreiro grande com o nome da loja. Dentro dela você e todos os funcionários estão pronto para receber os clientes.

Você coloca um cartaz na porta, um cavalete na calçada, grita e nenhum cliente aparece.

O problema é que você abriu uma loja linda em uma rua absolutamente deserta, onde não passam nem cachorros perdidos. E o pior é que bem perto dali existe um shopping gigantesco, com milhares e milhares de lojas com produtos bem legais. E mesmo que nenhuma das lojas desse shopping tenha os diferenciais que a sua loja tem, elas são vistas por muita gente, por isso vendem muito todos os dias.

É mais ou menos a mesma coisa que acontece quando você cria um conteúdo (post, site, loja virtual, etc) e não tem tráfego. Porque tráfego é o público que acessa seu conteúdo. 

O tráfego pago, além de levar pessoas para visualizarem seus conteúdos publicados, ele tem o poder de selecionar quem se interessa pelas soluções que você oferece.

Mostrar para pessoa certa, na hora certa, onde ela estiver, seja um curso, um produto ou um serviço.

Tráfego é o sangue nas veias de quem tem um negócio digital. Sem ele, seu negócio morre. 

Objetivos de gerar tráfego pago

Agora que você já entendeu que tráfego pego é levar pessoas até o seu conteúdo, entenda quais são os objetivos de tráfego que você pode escolher para alcançar seus objetivos.

Criar um objetivo precisa ser o ponto de partida de qualquer ação que você tenha dentro de uma ferramenta que visa gerar tráfego.

Afinal, sem ter um objetivo bem definido, você não conseguirá metrificar resultados e ver o que realmente está funcionando. Isso é muito grave quando estamos falando de vendas, porque você pode estar gastando dinheiro por nada.

O objetivo é a raiz de todo processo. Assim, pense bem nos resultados que você quer alcançar e mapeie tudo o que pode fazer em uma campanha para que eles sejam alcançados.

Por exemplo: se o seu objetivo é aumentar o alcance da sua marca, você pode fazer anúncios que divulgam histórias dos seus clientes utilizando seus produtos.

Se você precisa de cadastros de clientes para seu time comercial atender, você pode fazer uma ação de Geração de Cadastro.

E se você está em busca de clientes para comprarem na sua loja virtual, pode optar com um anúncio de conversões no site.

Os objetivos são muitos e estão em diferentes ferramentas de impulsionamento. Você precisa ter clareza sobre o que esperar de retorno antes de começar a investir dinheiro nisso.

4 plataformas de tráfego pago que você pode usar sozinho

Existem diferentes plataformas para criar anúncios para aumentar o tráfego de seus conteúdos.

Para te ajudar nessa escolha, falo agora sobre as 4 principais. Continue comigo e confira.

1. Google Ads

O Google Ads, que antes se chamava Google Adwords, é a plataforma de anúncios do Google.

É por meio dessa ferramenta que os anúncios podem aparecer nos resultados de busca do Google e sites parceiros (rede display).

Uma das principais vantagens de anunciar no Google Ads é segmentar o público que quer atingir e ser visto somente por quem está procurando exatamente o que você vende.

A segmentação da plataforma permite que possa exibir seus anúncios para pessoas de determinada localidade, faixa etária, interesse, entre várias outras possibilidades.

É uma forma de atingir um tráfego altamente qualificado.

A configuração é relativamente simples e pode ser feita através da interface da plataforma através do seu navegador ou pelo app, que tem algumas limitações em relação à web, mas funciona muito bem também (vou falar sobre isso depois).

2. YouTube Ads

Como o nome diz, o YouTube Ads é a plataforma de anúncios do YouTube.

Ela possibilita a criação e veiculação de anúncios dentro da maior plataforma de visualização de vídeos do mundo — mais precisamente, dentro dos próprios vídeos ou como sugestão.

É ideal para quando se tem vídeos de conteúdos que podem atrair seu público. Com as configurações corretas no Youtube Ads você pode facilmente exibir seus vídeos antes, durante ou depois de vídeos relacionados na ferramenta. Além da rede display  e botões dentro da rede social.

3. Facebook Ads

Facebook Ads é a plataforma de anúncios do Facebook, que também configura os anúncios do Instagram, Messenger e sites parceiros.

As configurações no Facebook Ads permitem que você crie campanhas com diversas configurações para alcançar pessoas no Facebook, Instagram e Messenger.

É minha plataforma preferida para levar clientes para o site do seu negócio e aumentar sua visibilidade de marca.

De forma genial, a ferramenta oferece recursos que permitem uma segmentação detalhada da audiência que deseja alcançar com seus anúncios, que vão muito além de gênero, localização e termos de busca. 

No Facebook Ads você pode encontrar seu público segmentando por hábitos, comportamentos, acontecimentos, interesses, cargo, escolaridade, relacionamento, gênero, idade e localização (até por bairro) e muito mais!

Apesar de milhares de opções e combinações de ações na geração de campanhas, a ferramenta é bem intuitiva.

Você pode acessar o Gerenciador de Anúncios no seu navegador da web, no seu notebook ou computador, ou baixar o app Anúncios do Facebook para criar e acompanhar suas campanhas.

O Facebook Ads pode ser a chave para seu negócio vender mais a partir de hoje!

4. Instagram Ads

Exatamente como como eu disse no item 2 desta lista, você pode gerar tráfego no Instagram através do Gerenciador de Anúncios no Facebook Ads. 

Na ferramenta você pode criar anúncios dentro do Instagram, seja em fotos, vídeos, feed ou até mesmo Stories. (o famoso arrasta para cima, mesmo com menos de 10 mil seguidores).

Até existem outras formas de impulsionar no Instagram através de outras ferramentas, mas o Facebook Ads é a ferramenta oficial do Zuckerberg, então, por que pagar para usar uma paralela se você pode usar a original sem custo nenhum, não é verdade?

E como mencionei acima, você pode acessar gratuitamente o Gerenciador de Anúncios na web ou baixar o app Anúncios do Facebook.

Como funciona o tráfego pago

Para entender como funciona o tráfego pago, é preciso entrar em uma  parte mais técnica do assunto, mas fique tranquilo, vou ser bem didático e te garanto que é importante saber disso para ter melhores resultados.

Primeiro você pode escolher entre os dois métodos de cobrança que as plataformas oferecem:

  • CPC (Custo Por Clique);
  • CPM (Custo Por Mil Impressões).

Como a ordem de exibição dos anúncios nos resultados de busca depende de um leilão entre aqueles que querem anunciar, é preciso optar por um desses métodos para dar seu lance.

Então, você pode pagar pelo clique que o usuário dá no seu anúncio (CPC) ou por aparecer mil vezes no resultado de busca (CPM).

A posição dos anúncios nos resultados depende do lance dado dentro da plataforma de anúncios. 😝

Na real, como escolher se você vai usar o CPC ou CPM?

  • CPC é o método que eu indico para levar tráfego real para as suas páginas, já que você só vai pagar pelos cliques que seus anúncios receberem.
  • CPM eu recomendo para quem quer ter maior visibilidade, como as campanhas de alcance e posicionamento de marca, pois o foco é fazer com que o anúncio apareça mais vezes.

Como você pode ver, o objetivo de um é gerar cliques e, de outro, simplesmente aparecer.

Ficou claro?

Tudo bem se você ainda não tiver certeza de qual é a melhor escolha para as suas campanhas na hora de configurar, faça o seguinte: (importante isso, anote!)

  • Escolha o CPC se você sabe quanto quer gastar nessa estratégia de marketing e precisa levar pessoas para algum destino; site, landing page, whatsapp, etc.
  • Prefira o CPM se você quer ter mais visibilidade e posicionamento de marca.

Depois de definir o método, siga para a criação do seu anúncio e faça as devidas configurações para que ele possa ser exibido exatamente para o público que deseja alcançar.

7 Dicas de um profissional para você ter melhor performance com tráfego pago

Para complementar a sua estratégia, veja agora algumas dicas testadas que separei para ajudar você crescer seu negócio com tráfego pago.

1. Conheça as necessidades dos seus clientes

Entender as dores da persona, qual linguagem ela usa e por quais canais mais busca informações, facilita o desafio de falar o que o público quer ouvir. Sem esses dados você pode acabar tentando vender carne para vegano.

2. Conheça a política de anúncios das plataformas

As Políticas de Publicidade fornecem instruções sobre quais tipos de conteúdo de anúncio são permitidos em cada rede social. Todos os anúncios programados são analisados segundo essas políticas. Se seu anúncio for reprovado, você corre o risco de ser bloqueado ou ser banido permanentemente da plataforma de anúncios.

Para ajudar você a criar experiências de anúncios compatíveis e simples, acesse a página de Política de Privacidade de cada ferramenta e estude sobre cada uma delas:

  • conteúdo proibido;
  • conteúdo restrito;
  • marcas do Facebook.

3. Faça apenas anúncios verdadeiros

Seja honesto e não queira enganar ninguém com seus anúncios, muito menos as plataformas de anúncios. Todo anúncio deve ser objetivo e verdadeiro.

Criar um anúncio que não cumpre o que promete só vai elevar a taxa de rejeição da sua página de destino, comprometendo o desempenho do seu site e da sua conta de anúncios.

Por isso, é importante ter ética ao criar anúncios verdadeiros e evitar exageros até mesmo ao citar a dor da persona.

Cuidado com o que impulsiona!

Não é porque você nunca recebeu nenhuma notificação ou aviso sobre suas postagens publicadas, até então não patrocinadas, que não você não terá bloqueios com elas. As plataformas de anúncios estão cada vez vai rígidas e intolerantes com os erros dos anunciantes.

4. Use o Lookalike para aumentar o alcance do anúncio para públicos parecidos (Estratégia Ninja)

Lookalike é umas da principais estratégias do marketing digital. Basicamente você pode encontrar um grupo de pessoas muito mais propensas a comprar seu produto por serem extremamente parecidas com seu público atual.

Trocando em miúdos, ajuda a atingir pessoas mais próximas da conversão.

Estude mais sobre isso, é importante!

5. Utilize técnicas de neuromarketing para aumentar a conversão

Todo profissional que queira atuar nessa área precisa identificar as ansiedades e desejos dos consumidores para alcançar suas mentes, corações e espíritos.

Utilizar os famosos gatilhos mentais vão, com certeza, melhorar a performance dos seus anúncios e as taxas de conversão vão subir consideravelmente. Porém (sempre tem um porém), se você utilizar os gatilhos errados pode travar seus anúncios por descriminação.

Abre aspa: Uma vez eu fiz uma campanha incrível para a uma construtora e no anúncio dizia: “agora você também pode sair do aluguel”. Essa simples frase foi interpretada pelo Facebook como discriminação e bloqueou a conta de anúncio do cliente por uma semana, fazendo com que a campanha de lançamento fosse adiada.

6. Faça um design limpo, com no máximo 20% de texto sobre a imagem

Se a sua campanha for composta por imagens, ou mesmo a capa do seu vídeo, saiba que o sistema de anúncios do Facebook realiza pesquisas e análises sobre todas as publicações e tende a derrubar o desempenho dos anúncios que tem mais de 20% de texto sobre a imagem. 

Segundo a plataforma, as imagens com menos de 20% de texto apresentam um desempenho melhor.

Por isso, considere o texto curto, claro e conciso para transmitir sua mensagem de maneira eficaz.

Experimente usar a ferramenta do próprio Facebook para verificação e validação de texto da imagem.

7. Deixe a mensagem clara e objetiva quanto a ação que você espera

Para gerar tráfego pago, é preciso ter em mente a ação que espera que o usuário tome em seus anúncios.

Dessa forma, a pessoa impactada por eles vai se sentir menos perdida ao decidir se deve ou não ir para as suas páginas e se podem ter respostas para o que procuram.

Por isso, o CTA (chamada para ação) deve estar claro na mensagem.

Conclusão

Se você chegou até aqui, sabe que não tem como não investir em tráfego. Porque sem tráfego seu negócio está invisível na internet.

Impulsionar suas publicações é uma maneira de atingir um público qualificado e trazer mais visibilidade à sua marca rapidamente e com pouco esforço.

Espero que o artigo tenha ajudado a esclarecer o que precisa para tornar sua estratégia de marketing digital ainda mais completa.

Agora, se você entendeu, mas ainda não se sente pronto para começar a criar as suas campanhas, eu te convido a conhecer o START DIGITAL, uma parceria que fazemos com as marcas para criar valor e deixar você livre para vender, enquanto nosso time de nerds cria suas campanhas e gera os volumes necessários de tráfego para seu negócio crescer.

Clique Aqui e confirme se isso também é para você, assim como faz parte da vida de dezenas de marcas e empresas que estão com a gente.

Grande abraço,

Leandro Telles

Postado por Leandro Telles em 13/nov/2020 - Sem Comentários

Deixe o seu comentário!