Você está satisfeito com os resultados de venda dos seus produtos ou serviços?

Leia esse texto até o fim e você entenderá que vender o que você oferece é tão fácil quanto vender banana. 

Um tempo atrás fui ao Supermercado Pão de Açúcar e encontrei mais esse exemplo de diferenciação para comentarmos:

Mesmo um commodity como a banana pode ser apresentado de forma diferente, tanto em embalagem, quanto em PREÇO.

Observei que na banca de bananas havia uma oferta destacando o quilo da fruta à granel e na mesma gôndola tinha um produto diferenciado, em embalagem transparente, com um selinho em cada fruta, um rótulo impresso colorido com personagem famoso e informações dizendo que o produto é selecionado e fresco.

Mas o produto da embalagem é diferente do à granel? 
É claro que não, banana é banana.

E as pessoas compram?
Sim, compram muito. Pois está exposto no lugar certo para o público certo.

Vamos entender…

Essa banca de bananas estava no supermercado Pão de Açúcar, onde o público é mais seleto, em uma gôndola estrategicamente posicionada na entrada do supermercado, onde muita gente tem que passar para acessar a loja. Além disso, ele foi colocado a altura dos olhos das crianças, mais ou menos um metro de altura.

Agora vamos pensar em uma persona
Quem tem filhos provavelmente faça de tudo para que eles comam frutas e legumes, então, se o filho é fã dos Mínions, que, “por coincidência”, estava estreando seu novo filme, “Meu Malvado Favorito 3”, a mãe e o pai são públicos alvo para esse novo produto.

Ainda mais se o filho estiver junto no supermercado, avistar o produto e disser: Maaaãnhe, compra banana? Eu quero!!!

Pronto! Eles vão colocar no carrinho e levar felizes para casa.

Talvez eles observem que 600g de bananas custam R$ 2,10 a mais que 1kg da fruta a granel, que também seriam selecionadas por eles mesmos na hora de colocar no saquinho.

Mas mesmo assim vão comprar pela emoção e justificar a ação com pensamentos que tirem suas culpas, como:

“Vale a pena se meu filho comer.”

“Eles vão adorar essa embalagem.”

“Só R$ 2,10 de diferença, isso não muda nada para quem já vai encher o carrinho.”

“Já vem na caixinha para eu guardar, é prático.”

Entre outros quaisquer pensamentos que tirem o peso da compra por emoção.

Agora vamos pensar no SEU negócio. Como podemos usar essa estratégia da venda de bananas para diferenciar seus produtos e serviços?

Como podemos expor estrategicamente seu produto para melhorar a visualização, alcançar o publico certo e aumentar as vendas?

O produto que você quer vender está na altura certa da gôndola?

Perto de que outros produtos ele foi colocado, da para vender mais de um?

Me dê um exemplo do que você faria ou já fez para mudar a percepção dos seus produtos ou serviços. Poste uma foto no Facebook e me marque nela ou, se preferir, me envie por e-mail ou Messenger.

Espero que você possa aproveitar esse exemplo e mudar algo por aí, porque se até banana a gente consegue diferenciar e vender mais, imagina o que podemos fazer com o seu produto que é “Top” e só você sabe fazer tão bem!

Grande abraço

Leandro Telles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *