“O trabalho de assessoria de imprensa na Internet envolve muito mais do que apenas publicações de postagens em perfis e blogs.”

Em um mundo onde a informação flui de forma frenética, o papel da assessoria de imprensa nas redes sociais ganha cada vez mais destaque e lança aos profissionais de relações públicas um novo desafio; adaptar-se a esse novo canal de relacionamento.

Seja para fins corporativos ou pessoais, o fato é que nenhuma marca ou personalidade pública pode abrir mão de um bom trabalho de comunicação, através das mídias sociais que vem tomando lugar da mídia tradicional como jornais e revistas.

Esse é um dos motivos para a assessoria de imprensa nas redes sociais estar  tendo uma procura tão acentuada nos últimos tempos. Mas o grande problema do mercado hoje em dia é justamente encontrar profissionais realmente qualificados nessa área.

Qual é o objetivo de uma assessoria de imprensa nas redes sociais

O objetivo principal de uma assessoria de imprensa nas mídias sociais é conseguir exposição para a marca, produto ou serviço e ao mesmo tempo criar pontos de contato com os consumidores.

E uma coisa não implica necessariamente na outra. Medir os resultados de uma ação em mídias sociais somente pela quantidade de publicações conseguidas, lembra bastante o critério de centimetragem, um cálculo que as assessorias de imprensa convencionais fazem em mídias espontâneas, como matérias jornalísticas e notícias publicadas.

A publicação de um press realese em um blog, por exemplo, precisa  gerar engajamento através de comentários e outras ações dos leitores, como curtidas no Instagram e Facebook ou compartilhamentos em outras mídias sociais. Número de publicações, definitivamente não são métricas de desempenho de uma assessoria de imprensa nas redes sociais, o que vale mesmo é o engajamento.

Preparando o caminho

O trabalho de divulgação de uma marca através das redes sociais é revestido de uma série de ações que antecedem a divulgação em si.

Em primeiro lugar é preciso verificar como estão as mídias da marca ou pessoa pública que será assessorada, para poder alinhar as ações com as estratégias adotadas pelo assessor.

A partir desse ponto é que entra a parte técnica da assessoria nas redes sociais, verificando se os canais estão devidamente configurados e integrados com outros sistemas, como o de avaliação de relevância da presença online.

Identificando o público-alvo

Tão importante quanto a primeira fase, é pensar  na elaboração da Persona de Marketing  que caracteriza o público que deseja impactar. É quando abrimos mão de ferramentas de análise de público para definir o perfil do consumidor (a persona ideal). Depois disso, um bom trabalho de assessoria de imprensa nas mídias sociais busca identificar os melhores canais para atingir este público, e dependendo do resultado na identificação da Persona, alguns canais terão maior engajamento e impacto de audiência.

Como exemplo, nosso time está trabalhando para uma empresa especializada em comércio exterior – importação e exportação. Nesse caso não faz muito sentido investir pesado no Facebook, porque o tema é muito técnico e esse não é o tipo de coisa que a Persona dele costuma buscar no Facebook.

Por outro lado, o LinkedIn e blogs que geram conteúdos sobre Trade, câmbio e logística, que aparecem no Google, podem render uma ótima repercussão. É tudo uma questão de adequação do conteúdo ao público.

O grande erro das assessorias de imprensa nas mídias sociais

Quando eu falo em marketing nas mídias sociais, estou falando basicamente da criação de pontos de relacionamento e engajamento com o público que a marca deseja atingir. Dessa forma, fica muito bem desenhado o conteúdo a ser publicado. Algo que gere valor ao dia a dia das pessoas e não se pareça com as propagandas tradicionais, que estão cada vez mais sendo ignoradas pelo público.

O problema é que a maioria das agências de assessoria de imprensa, ao se aventurarem no mundo online, não se adequam ao método e nem as métricas de desempenho, se limitando a trazer para o mundo digital toda a linha de trabalho que um dia funcionou (em 1990), mas hoje não funciona. Eles ainda tentam mensurar resultados como faziam através de anúncios e dados da tiragem de jornais e revistas no mundo físico, porém não funciona assim.

Outro erro muito comum é não alinhar as ações nas mídias sociais com outras dimensões do marketing digital, como marketing de busca, por exemplo. Sabemos que as redes sociais são grandes aliadas do SEO, mas nem sempre esse benefício é explorado pelas assessorias de imprensa online.

Por isso, o trabalho de assessoria de imprensa na Internet envolve muito mais do que as simples publicações de postagens em perfis e blogs. Um trabalho realmente profissional, como o que o mercado exige hoje em dia, requer conhecimentos técnicos que vão além de uma boa redação e rede de contatos.

Se você está em busca de ajuda na sua assessoria ou quer saber como assessorar seus clientes, eu posso lhe ajudar, assim como ajudei a Tayaná, uma jovem empreendedora que mudou de vida depois de entender como “esse mundo” funciona.

Assista ao depoimento.

Siga @TaynaFerrari9

Relaxa, não vou te enviar spam


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *